A série Diálogos Transdisciplinares em Educação propõe-se a publicar recursos didáticos, resultados de pesquisas (estudos teóricos, investigações empíricas, análises sobre práticas ou discussões atuais que expressem convergências ou contraposições entre teorias e ideias) e sistematizações de diálogos empreendidos em eventos culturais e científicos; os quais, desenvolvidos por professores, pesquisadores e estudantes de quaisquer áreas do conhecimento, apresentem temáticas de interesse amplo ao campo educativo. A série quer-se, assim, funcionando como um dispositivo editorial de atração e divulgação de contribuições ao pensamento e às práticas educativas atuais, particularmente quando relativas às questões humanas que se fazem candentes num mundo de desafios éticos e políticos planetarizados. Aceitamos propostas de autores/as de qualquer nacionalidade, desde que apresentadas em português, espanhol ou inglês.

Diretor da série:

 

Herlon Alves Bezerra (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)

 

Conselho Editorial:

 

Alexandre Franca Barreto (Univasf - Pernambuco, Brasil)

Ana Patrícia Frederico Silveira (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)
André Ricardo Dias Santos (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)

Antonio Marcos da Conceição Uchoa (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)

Bartolomeu Lins de Barros Júnior (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)
 Edivânia Granja da Silva Oliveira (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)

Bernadete de Lourdes Ramos Beserra (UFC - Ceará, Brasil)

Carlos Alberto Batista Santos (Uneb - Juazeiro, Brasil) 

Carlos César Leal Xavier (Ensp/Fiocruz - Rio de Janeiro, Brasil)

Carlos Eduardo Panosso (IFTO - Tocantins, Brasil)

Caroline Farias Leal Mendonça (Unilab - Ceará, Brasil)

Dilsilene Maria Ayres de Santana (UFT - Tocantins, Brasil)

Edson Hely Silva (UFPE - Pernambuco, Brasil)

Eduardo Barbosa Vergolino (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)

Eliana de Barros Monteiro (Univasf - Pernambuco, Brasil)

Francisco Gilson Rebouças Porto Júnior (UFT - Tocantins, Brasil) 

Gabriel Kafure da Rocha (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)
Juliano Varela de Oliveira (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)

Helder Manuel Guerra Henriques (IPP, ESECS - Portugal)

Juracy Marques (Uneb - Paulo Afonso, Brasil)

Leandro de Proença Lopes (Unilab - Ceará, Brasil)

Léo Barbosa Nepomuceno (UFC - Ceará, Brasil)

Marcelo Silva de Souza Ribeiro (Univasf - Pernambuco, Brasil) 

Márcia Farias de Oliveira Sá (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)
Matheus Henrique da Fonseca Barros (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)
 Sebastião Francisco de Almeida Filho (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)
 Tito Eugênio Santos Souza (IF Sertão-PE - Pernambuco, Brasil)

Mariana Tavares Cavalcanti Liberato (UFC - Ceará, Brasil)

Pablo Dias Fortes (Ensp/Fiocruz - Rio de Janeiro, Brasil)  

Volumes lançados:

Arte de capa: Horizon - Ninhol
Arte de capa: Alex Unger @au_haus
Arte de capa: @jrepilf

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE LIVROS NA SÉRIE

 

Primando pela qualidade científica dos trabalhos publicados, nossa série entenderá como fundamentais na avaliação das propostas a originalidade de seus temas, a consistência e rigor de seu tratamento teórico, assim como a qualidade textual apresentada. O procedimento de avaliação obedecerá às seguintes fases:

 

1. Análise da forma: os textos serão submetidos à leitura de pelo menos dois dos editores e avaliados quanto a sua adequação aos critérios gerais da linha editorial da série, assim como a um controle mínimo de qualidade textual (ortografia, formatação, citações, referências, dentre outras). Propostas consideradas não aptas serão devolvidas aos autores com a sugestão de que sejam reformuladas, para efeito de nova submissão e avaliação, noutra oportunidade. Os trabalhos considerados aptos seguem para a fase seguinte;

 

2. Análise do mérito por pares: nessa fase, a proposta é encaminhada, sem identificação de autoria a, no mínimo, dois pareceristas da área temática específica do trabalho (membros do corpo editorial ou convidados ad hoc). Para a seleção dos pareceristas e das áreas temáticas, serão consideradas as classificações da tabela de áreas do CNPq e o conjunto de informações acessíveis na plataforma Lattes. A avaliação levará em conta os seguintes critérios: contribuição à área da educação; originalidade do tema e/ou do tratamento dado ao tema; consistência argumentativa; rigor da abordagem teórico-metodológica; qualidade geral do texto. Os pareceristas podem aceitar plenamente o artigo, aceitar solicitando reformulações ou recusar o artigo. Qualquer uma das hipóteses é justificada por um parecer descritivo. Quando os dois pareceristas recusarem um trabalho, o mesmo será devolvido ao/a autor/a. Quando os dois pareceristas aceitarem o trabalho, o mesmo passará à fase seguinte. Quando um ou os dois pareceristas solicitarem reformulações, o trabalho será devolvido ao/a autor/a, solicitando que o/a mesmo/a considere os pareceres e reformule sua proposta. Ao reenviar sua proposta reformulada segundo as sugestões dos pareceristas, a mesma será reavaliada e passará à fase final;

 

3. Revisão e adequação final do trabalho às normas editoriais da Editora Fi. Caso necessário, o trabalho será encaminhado ao/a autor/a com as sugestões de correções e adequações finais, a fim de ser finalmente encaminhado à publicação.

 

Em função desse procedimento, solicitamos que o nome dos/as autores/as não apareça no corpo das propostas. Pede-se também a eliminação de trechos que prejudiquem a garantia de anonimato da avaliação e de dados de identificação nas propriedades do documento.

 

Por fim, as citações devem obedecer à forma (sobrenome do/a autor/a, ano) ou (sobrenome do/a autor/a, ano, p. xx). Diferentes títulos do/a mesmo/a autor/a, publicados no mesmo ano, deverão ser diferenciados adicionando-se uma letra depois da data (sobrenome do/a autor/a, anoa, p. xx).

 

As referências bibliográficas deverão conter exclusivamente os/as autores/as e os textos citados no trabalho e ser apresentadas ao final do texto, em ordem alfabética, obedecendo às normas da ABNT disponíveis em http://www.ufrgs.br/edu_realidade/referencias-er.htm. Quando for o caso, sempre indicar o nome do/a tradutor/a após o título do livro ou artigo.

 

Abaixo, alguns exemplos de como proceder:

 

Livros:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título do Livro: subtítulo. Local de publicação: Editora, ano de publicação.

 

Capítulos de livros:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título do Capítulo: subtítulo. In: SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título do Livro. Local de publicação: Editora, ano de publicação. Páginas inicial e final.

 

Periódicos:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título do Artigo: subtítulo. Título do Periódico, Local de publicação, Instituição, número do volume, número do fascículo, páginas inicial e final do artigo, mês e ano de publicação.

 

Teses e dissertações:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título: subtítulo. Ano. Número de folhas. Dissertação ou Tese (Mestrado em ou Doutorado em) – Nome do Programa, Nome da Universidade, Local, Ano.

 

Documento eletrônico:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem abreviaturas. Título. Edição. Local: ano. N° de pág. ou vol. (série) (se houver) Disponível em:. Acesso em: dia mês (abreviado), ano.

 

Caso anteriormente publicadas por outros veículos, as propostas devem ser seguidas pela referência às anteriores publicações, assim como, se for o caso, de autorização destas para nova publicação.

 

A Editora FI especializa-se em tornar o conhecimento científico acessível a tod@s. De modo que seus livros são publicados sob direitos da Creative Commons 4.0, tornando-se gratuitos e disponíveis para download em PDF, assim como disponíveis em Loja Virtual de Impressos da editora (www.editorafi.org). O custo da impressão é estipulado de acordo com a quantidade de páginas do livro.


A editora não fica com valor algum das obras, embora haja custos relativos às composições de arte dos livros, assim como de desenvolvimento de sua ficha catalográfica e numeração na Agência do ISBN. Tais custos ficam sob responsabilidade do(s) autor(es).

 

Baixe aqui o formulário de submissão.