Práticas familiares e desempenho escolar

Jackson Barbosa da Costa

A desigualdade social tem, no âmbito escolar, a desigualdade educacional como sua correlata? Neste livro, o professor Jackson Barbosa se debruça sobre as raízes dessa problemática, resultante das diferenças sociais e econômicas persistentes na realidade brasileira. A partir de pesquisa de campo realizada em escolas do estado de Pernambuco, traz-nos uma série de análises acerca da realidade educacional deste pedaço do Nordeste, apresentando-nos um importante ensaio de entendimento da situação atual da educação numa das periferias macrorregionais brasileiras. O que dizer sobre os casos que fogem à regra da correlação inicial? Estudantes pobres de “sucesso”, comprovado pelo excepcional desempenho escolar ou pelo ingresso no ensino superior, atestam a ideologia da meritocracia? Quais fatores produzem estes resultados notáveis? Ou, ainda, seguindo a trilha do pensamento crítico educacional francês, no desenvolvimento educacional há variáveis que escapam às dinâmicas de suprimento material e aos arranjos sociais? Afinal, o que encontramos hoje em nossas escolas, sobretudo num dos estados mais beneficiados com as diversas políticas sociais implementadas na última década? Quais os possíveis efeitos e alterações encontrados no quadro geral da educação? Classes sociais, desigualdade econômica, saúde pública, traço urbano: estes e outros fatores despontam nitidamente das narrativas colhidas e das análises desenvolvidas pelo autor como marcadores de uma série de dinâmicas de sociabilidade determinantes para os resultados encontrados nesta pesquisa. André Ricardo Dias Santos

ISBN: 978-85-5696-233-1

Nº de pág.: 111

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0