A escola na perspectiva da educação inclusiva:

prática pedagógica

Angelo Antonio Puzipe Papim;

Mariane Andreuzzi de Araujo;

Kátia de Moura Graça Paixão (Orgs.)

A instituição escolar sempre foi uma referência de um espaço privilegiado de saberes e, portanto, de busca pelo conhecimento e, principalmente, de formas diferentes de lidar e construir novas metodologias. Infelizmente, essa referência tem sofrido inúmeras críticas, talvez a maior de todas elas, seja, ironicamente, a falta de habilidade da escola para lidar com as mudanças nos modos de interpretar e favorecer a construção de saberes. Essa espécie de crise pela qual passa a escola tem trazido implicações que afetam diretamente a prática pedagógica, pois as mudanças tão cobradas da escola passam, especialmente, pela necessidade dessa instituição aceitar as diferenças que ela tem acolhido, nos últimos anos, ainda que muitas não as tenham aceitado de maneira espontânea. Refiro-me, especificamente, às tentativas de ações inclusivas em ambiente escolar, algumas com sucesso em grande medida, outras nem tanto. Não podemos perder de vista que a escola é responsável pela busca de estratégias diferenciadas que favoreçam o acesso ao conteúdo curricular, de qualquer aluno. Essa busca, obviamente, envolverá a consideração do perfil desse aluno, com todas as suas especificidades, principalmente, quando nos referimos aos alunos do público-alvo da Educação Especial. Essa obra destaca exatamente aspectos que remetem a essa prática pedagógica, pretensamente inclusiva. Por isso, o livro traz importantes elementos que abordam os desafios da rotina pedagógica, por exemplo, de uma professora de “uma aluna com deficiência não falante”, realçando a preocupação da formação especializada desses professores. Temas como este nos fazem refletir sobre um dos aspectos mais marcantes do desenvolvimento humano e que, sem dúvida, deve ser privilegiado na escola: o processo de construção e apropriação da linguagem. Disso decorre que a escola deve saber lidar com as diferentes demandas decorrentes desse processo, pois num ambiente que acolhe a diversidade, haverá inúmeras possibilidades de comunicação e isso implicará diretamente em aspectos do currículo, que tradicionalmente possui uma base muito enraizada em práticas que valorizam somente habilidades de fala e escrita manual.

Jáima Pinheiro de Oliveira

ISBN: 978-85-5696-338-3

Nº de pág.: 140

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0