A  Série “Comunicação, Jornalismo e Educação”  propõe-se a publicar resultados de pesquisas e estimular debates sobre questões teórico-metodológicas da pesquisa em Comunicação, Jornalismo e Educação, ao mesmo tempo em que se propõe a contribuir para a criação e fortalecimento de uma rede de pesquisadores na confluência dessas áreas em nível nacional e internacional, tendo por base os grupos e núcleos de pesquisa no Brasil e no Exterior. Como parte desse espaço, propõe-se, ainda, a publicar estudos teóricos, investigações empíricas, análises sobre práticas concretas ou debates polêmicos e atualizados e diálogos empreendidos em eventos culturais e científicos,  os quais, desenvolvidos por professores, pesquisadores e acadêmicos de quaisquer áreas do conhecimento, apresentem temáticas de interesse amplo ao campo inter e transdisciplinar da Comunicação, do Jornalismo e da Educação. Com foco em trabalhos sólidos e de qualidade científica, a série entende como fundamental no processo de avaliação das propostas a originalidade de seus temas, a consistência e o rigor de seu tratamento teórico, assim como a qualidade textual apresentada. 
 

Parcerias:

 

Diretor da série:

 

Prof. Dr. Francisco Gilson Rebouças Porto Junior

Universidade Federal do Tocantins (UFT), Brasil

gilsonportouft@gmail.com

 

Editor Técnico:

Lucas Margoni

PUCRS, Brasil

 

Comitê Editorial e Científico:

 

Profa. Dra. Cynthia Mara Miranda

Universidade Federal do Tocantins (UFT), Brasil

 

Prof. Dr. João Nunes da Silva

Universidade Federal do Tocantins (UFT), Brasil

 

Prof. Dr. Luis Carlos Martins de Almeida Mota

Instituto Politécnico de Coimbra, Portugal

 

Prof. Dr.  Nelson Russo de Moraes

UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Brasil

 

Prof. Dr. Rodrigo Barbosa e Silva

Universidade do Tocantins (UNITINS), Brasil

 

Prof. Dr. Rogério Christofoletti

Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Brasil

 

Prof. Dra. Maria Luiza Cardinale Baptista

Universidade de Caxias do Sul:Universidade Federal do Amazonas, Brasil

 

Profa. Dra. Thais de Mendonça Jorge

Universidade de Brasília (UnB), Brasil

 

Profa. Dra. Verônica Dantas Menezes

Universidade Federal do Tocantins (UFT), Brasil

 

Prof. Dr. Fagno da Silva Soares

CLIO & MNEMÓSINE Centro de Estudos e

Pesq. em História Oral e Memória

Instituto Federal do Maranhão (IFMA)

 

Dr. Luís Francisco Munaro

Universidade Federal de Roraima (UFRR)

 

Dr. José Manuel Peláez

Universidade do Minho, Portugal

 

Prof. Dr. Geraldo da Silva Gomes

Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional do

Ministério Público do Tocantins, CESAF/MPTO

 

 

Volumes lançados:

Arte de capa: Fortune Digital Health - molistudio.com
Arte de capa: Soltoy @soltoyk
Arte de capa: Penguin Kao - www.behance.net/penguinkao
Arte de capa: Penguin Kao - www.behance.net/penguinkao
Fotografia de capa: Shōji Ueda
Arte de capa: Penguin Kao - www.behance.net/penguinkao
Arte de capa: Logan Simonson @simonson_design
Arte de capa: Bologna Process Stocktaking London 2007 - dcsf.gov.uk
Arte de capa: Logan Simonson @simonson_design
Arte de capa: Penguin Kao - www.behance.net/penguinkao

NORMAS PARA SUBMISSÃO DE LIVROS NA SÉRIE

 

O procedimento de avaliação obedecerá às seguintes fases:

 

1. Análise da forma: os textos serão submetidos à leitura do editor e avaliado quanto a sua adequação aos critérios gerais da linha editorial da série, assim como a um controle mínimo de qualidade textual (ortografia, formatação, citações, referências, dentre outras). Propostas consideradas não aptas serão devolvidas aos autores com a sugestão de que sejam reformuladas, para efeito de nova submissão e avaliação, noutra oportunidade. Os trabalhos considerados aptos seguem para a fase seguinte.

 

2. Análise do mérito por pares: nessa fase, a proposta é encaminha, sem identificação do autor a, no mínimo, dois pareceristas da área temática específica do trabalho (membros do corpo editorial científico ou convidados ad hoc). A avaliação levará em conta os seguintes critérios: contribuição à área da Comunicação, do Jornalismo e da Educação; originalidade do tema e/ou do tratamento dado ao tema; consistência argumentativa; rigor da abordagem teórico-metodológica; qualidade geral do texto. Os pareceristas podem aceitar plenamente o material, livro e/ou artigo, aceitar solicitando reformulações ou recusar. Qualquer uma das hipóteses é justificada por um parecer descritivo. Quando os dois pareceristas recuserem um trabalho, o mesmo será devolvido ao autor. Quando os dois pareceristas aceitarem o trabalho, ele passará à fase seguinte. Quando um ou os dois pareceristas solicitarem reformulações, o trabalho será devolvido ao autor, solicitando que o mesmo considere os pareceres e reformule sua proposta. Ao reenviar sua proposta reformulada segundo as sugestões dos pareceristas, a mesma será reavaliado e passará à fase final.

 

3. Revisão e adequação final do trabalho às normas editoriais da Editora FI. Caso necessário, o trabalho será encaminhado ao autor com as sugestões de correções e adequações finais, a fim de ser finalmente encaminhado à publicação.
Em função desse procedimento, solicitamos que o nome dos autores não apareça no corpo das propostas. Pede-se também a eliminação de trechos que prejudiquem a garantia de anonimato da avaliação e de dados de identificação nas propriedades do documento.

 

Por fim, as citações devem obedecer à forma (Sobrenome do Autor, ano) ou (Sobrenome do Autor, ano, p. xx). Diferentes títulos do mesmo autor, publicados no mesmo ano, deverão ser diferenciados adicionando-se uma letra depois da data (Sobrenome do Autor, anoa, p. xx).


As referências bibliográficas deverão conter exclusivamente os autores e os textos citados no trabalho e ser apresentadas ao final do texto, em ordem alfabética, obedecendo às normas da ABNT disponíveis em http://www.ufrgs.br/edu_realidade/referencias-er.htm. Quando for o caso, sempre indicar o nome do tradutor após o título do livro ou artigo.

Abaixo, alguns exemplos de como proceder:

 

Livros:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título do Livro: subtítulo. Local de publicação: Editora, ano de publicação.

 

Capítulos de livros:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título do Capítulo: subtítulo. In: SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título do Livro. Local de publicação: Editora, ano de publicação. Páginas inicial e final.

 

Periódicos:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título do Artigo: subtítulo. Título do Periódico, Local de publicação, Instituição, número do volume, número do fascículo, páginas inicial e final do artigo, mês e ano de publicação.

 

Teses e dissertações:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem Abreviatura. Título: subtítulo. Ano. Número de folhas. Dissertação ou Tese (Mestrado em ou Doutorado em) – Nome do Programa, Nome da Universidade, Local, Ano.

 

Documento eletrônico:
SOBRENOME DO AUTOR, Prenomes sem abreviaturas. Título. Edição. Local: ano. N° de pág. ou vol. (série) (se houver) Disponível em:. Acesso em: dia mês (abreviado), ano.

Caso anteriormente publicadas por outros veículos, as propostas devem ser seguidas pela referência às anteriores publicações, assim como, se for o caso, de autorização destas para nova publicação.

 

A Editora FI especializa-se em tornar o conhecimento científico acessível a tod@s. De modo que seus livros são publicados sob direitos da Creative Commons 4.0, tornando-se gratuitos e disponíveis para download em PDF, assim como disponíveis em Loja Virtual de Impressos da editora (www.editorafi.org). O custo da impressão é estipulado de acordo com a quantidade de páginas do livro.

 

A Editora não fica com valor algum das obras, embora haja custos relativos às composições de arte dos livros, assim como de desenvolvimento de sua ficha catalográfica e numeração na Agência do ISBN. Tais custos ficam sob responsabilidade do(s) autor(es).

 

Baixe aqui o formulário de submissão.

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0