top of page

A proposta da série Estudos Organizacionais e Sociedade é constituir um espaço de estímulo e veiculação de pensamento contra hegemônico no campo de Estudos Organizacionais, em estreita interface com temáticas sociais. Entendemos que as organizações são dialógicas e polifônicas, campos privilegiados de observação da dinâmica social e que abrigam, de forma simultânea, múltiplas complexidades e escalas, o que gera tensões diversas a serem pesquisadas e publicadas. Nesta série são privilegiados os saberes locais, descontínuos, desqualificados, não legitimados, em uma lógica que vai de encontro a discursos unitários. A série está aberta a temáticas não positivistas, sem privilegiar uma abordagem teórica ou epistemológica específica, mas trazendo sempre um olhar questionador. Privilegiamos apenas trabalhos que empreguem metodologia qualitativa, considerando que toda pesquisa em estudos organizacionais é política e os pesquisadores são sujeitos sócio-históricos, resultado de uma genealogia, isto é, sujeitos que instituem ações e são, ao mesmo tempo, instituídos de efeitos de ações anteriores. Os campos temáticos abrangidos pela série são:

  • Cidades, Tecnologias, Diferenças e Vida Social Organizada

  • Cultura do Management

  • Desenvolvimento de Teorias/Metodologias não positivistas nos Estudos Organizacionais

  • Discursos e Práticas Discursivas

  • Estudos críticos sobre Economia Criativa

  • Estudos sobre Práticas

  • Organização, Ciência e Natureza

  • Organizações e Literatura

  • Produção social do cotidiano, história e memória da gestão na vida organizada nas/das sociedades

  • Raça, Gênero e Sexualidade

  • Relações de Poder e Governamentabilidade

  • Simbolismo Organizacional

  • Trabalho, Subjetividade e Política

DIRETORES

 

  • Prof. Dr. Luiz Alex Silva Saraiva

      Universidade Federal de Minas Gerais

  • Prof. Dr. Alexandre de Pádua Carrieri

      Universidade Federal de Minas Gerais

COMITÊ EDITORIAL

  • Prof. Dr. Alessandro Gomes Enoque
    Universidade Federal de Uberlândia

  • Prof. Dr. Alexandre de Pádua Carrieri
    Universidade Federal de Minas Gerais

  • Profa. Dra. Alessandra de Sá Mello da Costa
    Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

  • Prof. Dr. Amon Narciso de Barros
    Fundação Getulio Vargas

  • Profa. Dra. Ana Silvia Rocha Ipiranga
    Universidade Estadual do Ceará

  • Prof. Dr. Bruno Eduardo Freitas Honorato
    Universidade de Brasília

  • Prof. Dr. Diogo Henrique Helal
    Fundação Joaquim Nabuco

  • Prof. Dr. Eduardo Paes Barreto Davel
    Universidade Federal da Bahia

  • Profa. Dra. Elisa Yoshie Ichikawa
    Universidade Estadual de Maringá

  • Prof. Dr. Eloisio Moulin de Souza
    Universidade Federal do Espírito Santo

  • Profa. Dra. Fernanda Tarabal Lopes
    Universidade Federal do Rio Grande do Sul

  • Prof. Dr. Luciano Mendes
    Universidade de São Paulo

  • Profa. Dra. Ludmila de Vasconcelos Machado Guimarães
    Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

 

  • Prof. Dr. Luiz Alex Silva Saraiva
    Universidade Federal de Minas Gerais

  • Profa. Dra. Raylene Rodrigues de Sena
    Universidade do Estado do Amazonas

Obras publicadas na Série Estudos Organizacionais e Sociedade:

Normas para submissão de livros na série:

 

 

A submissão de originais (obras científicas autorais ou coletâneas) – em fluxo contínuo – implica concordância dos autores com a proposta da série e com as políticas editoriais da Editora Fi. São aceitas propostas oriundas de tese ou de dissertação desde que se trate de material de significativa contribuição aos estudos organizacionais e já devidamente adaptadas ao formato de livro. 


Para uma obra (obra científica autoral ou coletânea) ser publicada pela série Estudos Organizacionais e Sociedade ela precisa ser inédita, estar pronta para publicação, não estar em avaliação simultânea em outra editora e ser aderente à proposta da série. Os autores/organizadores da obra devem submeter quatro documentos: a) formulário de identificação da obra, b) breve apresentação da obra, em cerca de duas laudas; c) obra original completa, com identificação; e d) obra completa sem identificação dos autores do livro, organizadores da coletânea ou dos autores do capítulo (encaminhada aos pareceristas ad hoc).