top of page
Como uma gota de água no mar: Michel de Certeau, a teologia e a história

Páginas

512

ISBN 

978-65-85725-16-3

DOI 

10.22350/9786585725163

Como uma gota de água no mar: Michel de Certeau, a teologia e a história

Cristiano Ferreira de Barros

A expressão “uma gota de água no mar” remonta aos místicos do século
XVII, tendo sido usada por Michel de Certeau (1925-1986) como imagem para a experiência cristã no mundo contemporâneo. Ela reaparece neste livro como metáfora para um traço ético decisivo na trajetória do próprio Certeau. Jesuíta dotado de grande erudição, mas também de lúcida abertura às urgências de sua época, Certeau aceitou o risco de que suas crenças tivessem que desaparecer no oceano da história, em nome da abertura ao outro que vem.
Essa trajetória intelectual arriscada é estudada no presente livro por
meio dos temas da teologia e da história; das noções propostas para dar conta das formas de relação entre esses dois domínios no corpus textual analisado; e da combinação/diferenciação dessas noções, com especial atenção às suas circunstâncias históricas, o que permite distinguir diferentes momentos na trajetória intelectual de Michel de Certeau. Uma tripla implicação filosófica é identificada nessa viagem certeauniana do pensamento: uma inversão epistêmica, um acontecimento desconstrutivo e uma ética da hospitalidade.

Cristiano Ferreira de Barros nasceu no Rio de Janeiro em 1986. Cresceu em
São João de Meriti, na Baixada Fluminense, região onde conheceu muitas das pessoas, linguagens e problemas que iriam acompanhá-lo em sua jornada intelectual em outras cidades nas quais viveu. Estudou história e filosofia, tendo obtido o título de doutor em história na Universidade Federal Fluminense em 2021. Tem experiência na docência do ensino básico e na administração da educação superior. Hoje atua como pesquisador e editor no Núcleo de Pesquisa do Museu Histórico Nacional, no Rio de Janeiro.

Como uma gota de água no mar: Michel de Certeau, a teologia e a história
bottom of page