Resistência no exílio: Miguel Arraes e a Frente Brasileira de Informações

Páginas

432

ISBN 

978-65-5917-567-3

DOI 

10.22350/9786559175673

Resistência no exílio: Miguel Arraes e a Frente Brasileira de Informações

Greyce Falcão do Nascimento

O livro A resistência no exílio: Miguel Arraes e o boletim Frente Brasileira de Informações (1969-1973), da historiadora e jornalista Greyce Falcão do Nascimento possui uma narrativa envolvente. O trabalho é fruto do seu doutoramento na UFPE, com profícua análise de um rico conjunto documental, à luz de uma historiografia adensada. O eixo central é o estudo sobre a atuação de Miguel Arraes de Alencar nos catorze anos que passou no exílio e a criação do boletim Frente Brasileira de Informações, produzido por exilados brasileiros durante o auge do autoritarismo, destacando como a imprensa foi um instrumento de resistência em prol das liberdades democráticas no Brasil. Com enfoque inédito, a autora elucidou a trajetória do impresso editado em nove países, com significativa repercussão social. Diante disso, o trabalho descortina aspectos fundamentais para a inteligibilidade sobre as lutas contra a ditadura no Brasil e no exterior, as experiências dos exilados, o funcionamento da imprensa alternativa no exílio, fatos pouco conhecidos acerca da atuação de Miguel Arraes no exterior e a violação de direitos humanos. Assim, o livro é atual e de suma relevância acadêmica e social, ao nos instigar a refletir sobre a democracia e, como, ainda hoje, ela ainda vive sob constante ameaça em tempos de negacionismo histórico e científico, fake news e perseguição da imprensa e de militantes por motivações políticas. - Thiago Nunes Soares

Resistência no exílio: Miguel Arraes e a Frente Brasileira de Informações