Lugares de memórias na rede: educação patrimonial, espaços públicos e linguagens digitais para o ensino de história

Páginas

194

ISBN 

978-65-5917-554-3

DOI 

10.22350/9786559175543

Lugares de memórias na rede: educação patrimonial, espaços públicos e linguagens digitais para o ensino de história

Giovani Marcos Bernini

A Educação Patrimonial tem-se apresentado como importante instrumento pedagógico na construção do saber histórico, apesar de pouco perceptível sua incorporação nos currículos escolares tanto na formação de professores quanto de alunos. Desse modo, torna-se imperioso repensá-la a partir das articulações entre os currículos e as cidades. A presente pesquisa buscou elaborar e implementar uma alternativa metodológica para o ensino de História por meio da Educação Patrimonial, articulando escola, espaços públicos e redes digitais. A proposta desenvolveu-se na cidade de Toledo - Paraná, em um diálogo entre a historiografia oficial, memórias e percepções de estudantes e moradores. Aplicado como projeto extracurricular e composto por estudantes do Ensino Médio, contemplou diversas etapas como oficinas, visitas a espaços urbanos, debates, pesquisas historiográficas e intervenções nos espaços públicos. A pesquisa propôs uma metodologia delineada pela construção de um blog colaborativo que permite a visualização e interação das histórias locais a partir da “leitura” de Qr-Codes fixados em diversos lugares de memórias do município, colaborando para a discussão e disseminação do saber histórico para além dos espaços formais de educação. Os resultados obtidos foram satisfatórios e nos permitiram refletir sobre os usos da história na escola, na cidade e nas mídias digitais.

Lugares de memórias na rede: educação patrimonial, espaços públicos e linguagens digitais para o ensino de história