O De Architectura de Vitrúvio e o Renascimento português do Séc. XVI

Páginas

69

ISBN 

978-65-5917-503-1

DOI 

10.22350/9786559175031

O De Architectura de Vitrúvio e o Renascimento português do Séc. XVI

Rafael Ferreira Costa

Este livro procura dar início a estudos sobre o processo do qual classifico como romanização portuguesa, ou seja, a influência dos modelos romanos presentes em ruínas encontradas pelas cidades italianas, as quais se remetem a Antiguidade greco-romana e que servem de modelo para a estética Renascentista. Nesse sentido, tento compreender o motivo pelo qual o reino português optou por se espelhar nesse estilo e de que modo isso se fez possível. Também fazem parte de meus objetivos analisar como o Tratado de Arquitetura vitruviano pôde auxiliar na compreensão do processo de transmissão de conhecimento, ou seja, do modo como os autores foram repassando o modelo vitruviano de um para o outro através de fragmentos (trechos) ou da obra completa copiada ou mesmo traduzida, construindo um conectivo entre eles, tendo como base a obra de Vitrúvio, e tentar entender se houve uma conexão entre autores portugueses e o arquiteto romano; e, se houve, como foi feita esta conexão, além de buscar quais as extrações feitas e o porquê de terem sido escolhidas.

O De Architectura de Vitrúvio e o Renascimento português do Séc. XVI