Educação e trabalho, utopias possíveis nos espaços da EPT Volume 2: Abordagens críticas e inquietações na formação continuada em educação e trabalho

Páginas

248

ISBN 

978-65-5917-501-7

DOI 

10.22350/9786559175017

Educação e trabalho, utopias possíveis nos espaços da EPT Volume 2: Abordagens críticas e inquietações na formação continuada em educação e trabalho

Organizadores

Mirelle Amaral de São Bernardo
Sangelita Miranda Franco Mariano
Jose Carlos Moreira de Souza
Fernando Barbosa Matos

O campo educacional brasileiro tem experienciado, nestes últimos anos, uma sequência de ataques e a Educação Profissional e Tecnológica, especificamente, cuja responsabilidade maior é da instância federal, passa por vigoroso corte de verbas e um processo de desmoralização. Assim, é extremamente importante nos mantermos unidos e fortes em prol de uma educação unitária, omnilateral, pública e de qualidade para a classe trabalhadora. Este livro, na forma de coletânea, é resultado da dedicação e da luta de professoras(es), egressas(os) e alunas(os) do Programa de Mestrado Profissional em Educação Profissional e Tecnológica (ProfEPT), do Instituto Federal Goiano, frente à necessidade de ações pertinentes para tornar real o sonho de uma educação transformadora para a classe proletária no Brasil, constituindo-se um importante instrumento de reflexão sobre as bases teóricas da Educação Profissional e Tecnológica (EPT) e de divulgação dos projetos em andamento e das pesquisas consolidadas no programa. Neste volume, temos como capítulo de abertura um texto do professor Dr. Gaudêncio Frigotto (UERJ), destacado intelectual do campo de estudos e pesquisas em educação e trabalho. Sua contribuição está baseada na palestra proferida na Aula Magna – 2021, do ProfEPT, intitulada “Institutos Federais, nova institucionalidade e identidade e regionalidade: impacto social do ensino, pesquisa e extensão”. Além desse texto de abertura, encontram-se capítulos produzidos por alunas(os) egressas(os) e mestrandas(os) do programa, juntamente com suas(seus) orientadoras(es). Duas premissas nortearam a divisão dos capítulos deste volume. No primeiro grupo estão os resultados de discussões já consolidadas, enquanto, na segunda parte estão textos que partem das inquietações ainda efervescentes das(os) mestrandas(os) em formação. Percebe-se que o fio condutor deste conjunto de textos é a busca incessante que nos move, como professoras(es), pesquisadoras(es), militantes da educação unitária e omnilateral e dos direitos da classe trabalhadora. Esperamos que a leitura desses textos em uma possa contribuir com o debate sobre os rumos da EPT e da educação como um todo.

Educação e trabalho, utopias possíveis nos espaços da EPT Volume 2: Abordagens críticas e inquietações na formação continuada em educação e trabalho