O De Libero Arbitrio de Santo Agostinho e o problema do mal

Páginas

110

ISBN 

978-65-5917-494-2

DOI 

10.22350/9786559174942

O De Libero Arbitrio de Santo Agostinho e o problema do mal

José Teixeira Neto

O problema do mal aparece em Agostinho não somente como ocasião, mas como ideia propulsora da busca pela verdade. É uma questão que envolve toda a sua vida e que a sua sabedoria, filosófica e teológica, procurou dar uma justificação e uma resposta. Em Agostinho o mal se desvela não somente como um problema que envolve algumas partes da existência humana, mas toda a situação atual do homem é permeada e contaminada por algo radical e misterioso. A proposta de trabalho deste livro, no entanto, é antes de tudo observar, ou seja, partindo do diálogo De libero arbitrio perceber e descobrir como Agostinho nos primeiros anos de sua conversão pensa o problema do mal. Mas a observação deve transformar-se em meditação e como tal nos obriga a atravessar o pensamento de Agostinho do antes ao depois do De libero arbitrio.

O De Libero Arbitrio de Santo Agostinho e o problema do mal