Elas por Elas

Páginas

431

ISBN 

978-65-5917-480-5

DOI 

10.22350/9786559174805

Elas por Elas

Organizadores

Denisson Gonçalves Chaves
Fernanda Arruda Leda Leite Zenkner
Tâmara Matias Guimarães Cunha

Há, ainda hoje, uma forma de pensar e escrever que se inscreve numa gramática social masculina. Esta gramática se apresenta como universal e neutra há muitos anos, mas ela silencia um falar que representa a subjetividade da mulher. Não quero dizer com isso que há algo essencial na mulher que não é expresso, pois não é uma questão de naturalizar o ser mulher e apresentar-lhe uma essência feminina. Mas parto do pressuposto de que há contingências das experiências tanto masculinas quanto femininas que precisam ser explicitadas a partir de diferentes perspectivas. A leitura de Elas por Elas é um convite para estarmos entre-elas, escrevendo a nós mesmas como sujeito da história. A reunião coletiva desses textos traz algo de cada mulher, de sua luta interna e externa, de sua resistência e demonstra que mais do que um não-homem, eu sou existência concreta e ontológica. Não seu um objeto de desejo, mas sou o sujeito desejante por efetividade de direitos. A escrita de uma mulher é sempre uma abertura para que se possa ser mais do que si mesma. Que continuemos a escrever e a falar-entre-mulheres, pois é “a nossa vez de rir”.

Prof.ª Dr.ª Paula Gabriela Mendes Lima

Elas por Elas