Sofrimento concentrado: a situação de trabalhadores da limpeza em hospitais

Páginas

76

ISBN 

978-65-5917-455-3

DOI 

10.22350/9786559174553

Sofrimento concentrado: a situação de trabalhadores da limpeza em hospitais

Janice Caovila

No presente livro trazemos ao debate a situação de uma categoria de trabalhadores que atua no âmbito hospitalar, mas não tem formação específica nas áreas de saúde: os trabalhadores de limpeza. A perspectiva de análise das questões aqui tratadas foi a relação entre trabalho e dignidade do trabalhador. Para atingirmos este propósito, realizamos uma investigação de natureza qualitativa, utilizando como abordagem o “estudo de caso”. A construção do objeto desta pesquisa envolveu a leitura de trabalhos e documentos sobre o assunto, além de contatos com outros profissionais que se ocupam do mesmo. A etapa de campo foi realizada entre os meses de novembro de 1992 e março de 1993, no Hospital Universitário Pedro Ernesto, pertencente à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). Esta fase constou de visitas para observações do campo e de entrevistas com profissionais que atuam direta ou indiretamente no serviço de limpeza. Os relatos dos trabalhadores da limpeza indicam o estado de precariedade em que trabalham, que em alguns casos, é incompatível com princípios básicos de dignidade e cidadania. Essa situação, porém, não se constitui em novidade, uma vez que são estas as condições em quem trabalha a maioria das pessoas das classes menos favorecidas em nosso país. O que torna peculiar a situação dos trabalhadores aqui focalizados é o fato de atuarem no âmbito de uma universidade.

Sofrimento concentrado: a situação de trabalhadores da limpeza em hospitais