Centralização e Intervenção: padrão Político e Institucional do Estado Novo no Rio Grande do Sul - O Conselho Administrativo de Estado – RS 

Dilan D’Ornellas Camargo

Mesmo que ao falar de “clássicos” nas Ciências Sociais a maioria das pessoas lembre de Marx, Weber, Durkheim, e alguns outros, temas mais específicos, ainda que de menor abrangência, obviamente também possuem seus “clássicos”. O livro que o leitor tem diante de si é um caso desses. Recorrendo a uma estrutura muito frequente em dissertações de mestrado, o estudo se compõe de três capítulos, dos quais os dois primeiros tratam, respectivamente, do Estado Novo no Brasil em geral e no Rio Grande do Sul. Diante da escassez de pesquisas então disponíveis, compreende-se que estas duas partes do texto tenham sido ao menos parcialmente superadas pela bibliografia hoje já bem mais extensa a respeito. Isso, porém, não significa que sejam supérfluas e sem serventia. Sua leitura dá uma boa ideia da história intelectual e acadêmica do período, pois reflete preocupações e conceitos correntes no período. Além disso, há trechos que mantêm sua importância e atualidade como tais – cite-se como exemplo a passagem em que são abordadas as afinidades eletivas entre o castilhismo e o regime do Estado Novo. Quanto ao capítulo três, específico sobre o Conselho Administrativo de Estado no Rio Grande do Sul, sua importância, no entanto, continua indiscutível e inabalada.    Em resumo, louve-se, de forma enfática, a iniciativa de publicar este texto.

René E. Gertz

ISBN: 978-65-81512-82-8

Nº de pág.: 156

© 2020 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0