A mediação no contexto jurídico-social: a arte do diálogo superando conflitos

Adriane Medianeira Toaldo (Org.)

Os conflitos são inerentes aos seres humanos como produto da convivência entre os interesses particulares e os da coletividade. Em certa medida, eles permitem que ideias opostas e atitudes diversas pos-sam ser confrontadas, tendo como resultado o aprimoramento social e o desenvolvimento da sociedade como um todo. A ciência do direito, por excelência, tem sido a eleita para solucio-nar litígios das mais diferentes ordens, por ter elaborado métodos de solução que passam pelo julgamento justo e imparcial após serem ou-vidas as partes pretendentes. Mas ela não está sozinha neste encargo, pois diversas outras áreas do conhecimento têm contribuído com seus saberes para encontrar soluções que atendam diferentes interesses. O direito tem ensejado, nos últimos tempos, uma cultura de paz, tendo como exemplos a Lei n. 13.140, de 2015, conhecida como Lei de Mediação, bem como o exposto no Código de Processo Civil de 2015, que prevê uma audiência de conciliação e sessões de mediação como parte inerente ao processo. Predomina assim a compreensão de que sempre é possivel haver entendimentos antes que a disputa entre na seara judicial propriamente dita, beneficiando as partes e sobremaneira o Estado, que sofre com o número excessivo de processos, que impe-dem decisões justas e céleres. A mediação tem sido objeto de muitas pesquisas e controvérsias, fato que incentivou estudos acadêmicos sobre o assunto e gerou os artigos que compõem este livro, propiciando ao leitor uma visão abrangente sobre o assunto, cujos temas são de interesse social e legal.

 

ISBN: 978-85-5696-805-0

Nº de pág.: 124

© 2020 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0