Processo coletivo, desenvolvimento sustentável e tutela diferenciada dos direitos fundamentais: volume 2

Dierle Nunes; Fabrício Veiga Costa; Magno Federici Gomes (Orgs.)

Foi em pleno isolamento social provocado pela pandemia mundial da COVID-19 que recebi, de meu querido amigo Dierle Nunes, o convite para prefaciar este livro tão importante. E isso me permitiu refletir sobre importantes questões ambientais, não só vinculadas ao Direito Processual. Afinal, se o meio ambiente é algo que envolve todos os seres vivos, e também coisas sem vida, que podem afetar o ecossistema e a vida na Terra, então podemos considerar que este livro vem à luz em um momento crucial para o ambiente de nosso planeta. E digo isso sem medo de errar, dado que a vida humana não era ameaçada em tão grandes proporções há muito tempo, e nada parecido com o que hoje se vive já havia sido anteriormente experimentado pela imensa maioria da população do planeta. Mas o livro me fez refletir também sobre outros acontecimentos recentes, como foi o problema causado, no início de 2020. O Rio de Janeiro, cidade em que nasci e sempre morei, viveu um período conturbado, com a água potável contaminada por geosmina, o que levou toda a população da segunda maior cidade do Brasil a ter de se abastecer com água mineral, que era usada até para escovar os dentes. Esses dois fatos, que afetaram e afetam tanta gente, mostram como não podemos descurar das questões ambientais. Somos seres vivos, e isso é suficiente para que nos preocupemos com o meio ambiente, em todas as suas dimensões. Essas singelas reflexões me foram provocadas, em grande parte, pela oportunidade que tive de travar contato com este livro, coletânea de relevantes trabalhos, em plena crise.

Alexandre Freitas Câmara

ISBN: 978-85-5696-785-5

Nº de pág.: 362

© 2020 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0