Filosofia da Química no Brasil

Jackson Gois; Marcos Antonio Pinto Ribeiro (Orgs.)

A Filosofia da Química tem uma trajetória muito curta, e mais curta ainda é a incorporação do seu ensino nos currículos escolares. Por isso, este livro é uma linha divisória no breve e recente caminho andado na América Latina. Seus organizadores conseguiram juntar três assuntos que poderíamos considerar imiscíveis: a resenha bibliográfica dos autores sobre as razões que os atraíram a este campo, seus interesses atuais na Filosofia da Química e finalmente propostas de como deve ser ensinada. Juntei-me aos relatos revendo o longo processo que permitiu identificar, vinte anos atrás, o que um pequeno grupo de químicos dedicados ao ensino e ao currículo de química denominou como posição dominante. Ou seja, como esse nome indica, a posição que prevalece praticamente em todo o mundo. Inseri aqui partes dos textos de alguns dos autores do presente trabalho para contextualizar a partir do Brasil as preocupações e respostas que ali demos. Finalmente, resumo e especifico a enorme quantidade de material bibliográfico que se encontram nessas páginas, incorporando uma pequena lista de livros de Filosofia da Química. A leitura e a discussão dos oito capítulos que formam esse livro sem dúvida enriquecerão o trabalho acadêmico dos profissionais da química, docentes, investigadores e tomadores de decisões, identificando que somos iguais, porém também diferentes dos profissionais de outras áreas científicas. Faltam livros de Filosofia da Química escritos na América Latina e faltam também livros de Química escritos a partir da História e Filosofia da Química. Há um longo caminho a percorrer, e esse é o nosso caminho.

 

ISBN: 978-85-5696-706-0

Nº de pág.: 208

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0