Ética e Moral em Paul Ricoeur: uma análise da pequena ética

Thito Fábio de Souza Medeiros

A problemática ética presente em Ricoeur ocupa o centro deste livro. Nesse sentido, procuramos mostrar como a tensão do homem falível aparece como chave de leitura da “pequena ética”. Para Ricoeur o homem é falível. É capaz de se conhecer e agir, mas somente alcança o conhecimento e a ação de modo muito penoso e através de inúmeras mediações. Por isso, a sua ética não é um sistema fechado, mas está sempre voltada para os problemas concretos, para as situações específicas vividas pelos homens. Iniciamos com uma breve trajetória intelectual de Ricoeur, enfatizando sua relação com a Fenomenologia e com a Hermenêutica. Aqui apresentamos seu projeto antropológico. Em um segundo momento nos ocupamos dos estudos sétimo e oitavo do “Si Mesmo Como Outro”, onde é apresentado o conflito entre ética e moral. Portanto, buscamos demostrar os argumentos presentes na dialética estabelecida entre os paradigmas, teleológico e deontológico. Nosso terceiro momento de reflexão se propõe a mostrar que não há uma superioridade de nenhum paradigma em relação ao outro aos moldes do que pensara Hegel, como demonstra o “Nono Estudo”, mas existe uma necessidade de uma mediação, exercida pela “Sabedoria Prática”. Nesse aspecto aponta-se uma articulação entre os paradigmas, que, por meio do trágico, busca uma solução de acordo com o caso. Por fim, buscamos apontar elementos que ajudem a uma leitura mais proveitosa do texto ricoeuriano.

ISBN: 978-85-5696-690-2

Nº de pág.: 125

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0