A teoria crítica de Alexis de Tocqueville

Felipe Moralles e Moraes

Nessa obra investiga-se se como a filosofia de Alexis de Tocqueville pode ser incluída dentro da teoria crítica, assim compreendida a tradição filosófica que pretende fazer um diagnóstico de época orientado aos potenciais emancipatórios imanentes à sociedade, assim como aos obstáculos a essa emancipação. O fio condutor do livro são três interpretações concorrentes sobre a ideia de liberdade que permeia a obra do liberal francês: negativa, republicana e social. É discutida a compatibilidade dessas concepções de liberdade com as democracias de massa modernas e a relação delas com os demais conceitos fundamentais da análise sociológica de Tocqueville, como aristocracia, dominação, interesse bem compreendido, religião, individualismo, entre outras. Ao final, mostra-se como esses conceitos podem servir para fazer um diagnóstico da sociedade brasileira atual da perspectiva da ideia de liberdade social, que está na base de uma eticidade democrática, mas que é obstaculizada por dinâmicas sociais de origem aristocrática ou autoritária.

 

ISBN: 978-85-5696-595-0

Nº de pág.: 288

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0