Diálogo inter-religioso:

exclusivismo, inclusivismo e pluralismo

Agemir Bavaresco; Rogel E. Oliveira (Orgs.)

Quase ao findar do Concílio Vaticano II, foi promulgado pelo Papa Paulo VI um documento conciliar que marcou definitivamente a história da Igreja Católica Romana e sua relação com as demais religiões não-cristãs. Trata-se da “Declaração Nostra Aetate sobre a relação da Igreja com as religiões não-cristãs”, datada do dia 28 de outubro de 1965. Na Declaração, a Igreja Católica “exorta seus filhos ao diálogo e à colaboração com os seguidores das outras religiões, [...] reconhecendo, servindo e promovendo os bens espirituais e morais assim como os valores socioculturais presentes nelas” (n. 2).  Como era de se esperar, a Declaração Nostra Aetate teve um impacto enorme, dentro e fora da Igreja Católica, até os dias de hoje. É neste contexto que os diversos capítulos que aqui se apresentam devem ser compreendidos. Frutos da elaboração de alunos de pós-graduação em Teologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), a partir do Seminário “Pluralismo e Diálogo Inter-Religioso” (2018/2), esses textos discutem e aplicam a questão do diálogo inter-religioso de um modo variado e fértil, levando em conta toda a discussão teológica e pastoral que se iniciou a partir do Concílio. O livro é dividido em quatro seções:  1- O diálogo inter-religioso e suas condições gerais; 2- O diálogo inter-religioso e a reflexão teológica católica e protestante; 3- O diálogo inter-religioso e o magistério da igreja; 4-  O diálogo inter-religioso em casos específicos.

ISBN: 978-85-5696-477-9

Nº de pág.: 263

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0