Pelos caminhos de Satolep

Marlise Buchweitz

Esta é uma análise do romance Satolep, do escritor pelotense Vitor Ramil, cujo foco é o olhar para diferentes questões sobre a cidade, as quais são: a cidade em seus aspectos físicos; a viagem na cidade – tanto na própria Satolep como em outras cidades para as quais a personagem principal, Selbor, se desloca, em função de seu trabalho e do desejo de esquecer Satolep; a memória – não só a memória que Selbor leva consigo de Satolep quando dela se distancia, como também a memória da cidade gravada nas fotografias durante a estada em Satolep, a qual podemos denominar de memória da paisagem cultural; e o percurso para a construção de um olhar que realmente consegue dar conta do lugar.

 

Nº de pág.: 121

ISBN: 978-65-5917-381-5

DOI: 10.22350/9786559173815