Evasão no ensino superior: a voz dos evadidos

Silvio Luiz da Costa

Este livro é um estudo sobre a expansão do ensino superior no Brasil. Tem como objeto as falas dos alunos não concluintes provenientes, em sua maioria, das camadas desfavorecidas. Entre os objetivos do trabalho está a perspectiva de se refletir sobre a problemática da desistência a partir daquele que se evade, buscando, por meio de seus relatos e da identificação de suas percepções e expectativas, contribuir para o desenvolvimento de políticas institucionais, ações e atitudes passíveis de se antecipar ao fenômeno da evasão. A abordagem dos sujeitos da pesquisa deu-se primeiramente por meio de um questionário, para construção, em uma análise de natureza mais quantitativa, de um perfil ampliado do grupo. O formato da entrevista, aplicado a um número mais restrito de sujeitos, foi o instrumento utilizado para uma análise de natureza mais qualitativa. A fundamentação teórico-metodológica para construção das variáveis da pesquisa e leitura dos dados referenciou-se, em especial, nos conceitos de Bourdieu, Castel, Dubet e Lahire. A análise dos dados contempla diferentes momentos das trajetórias dos evadidos, a vida familiar e escolar e a passagem pela universidade, com destaque para o processo da desistência do ensino superior. Entre os fatores a serem destacados nesse percurso estão as vantagens e desvantagens acumuladas nas trajetórias que possibilitaram a cada qual chegar a um curso universitário, mas sem conseguir concluí-lo. Nos relatos podem-se observar os sentimentos de tristeza e decepção pela desistência e também o orgulho de ter ido tão longe, bem como os efeitos na vida de cada um deles, quanto ao tempo de graduação realizado. O texto ressalta ainda as dificuldades e os sentidos de poder falar sobre a experiência da evasão e destaca, por fim, os desafios para as instituições universitárias no sentido de garantir melhores condições de permanência. 

Nº de pág.: 283

ISBN: 978-65-5917-347-1

DOI: 10.22350/9786559173471