A Transversalidade dos Direitos Humanos

Camila Vencato Neumann; Luciane Toss (Orgs.)

O livro segue uma diretriz para o debate que são os direitos humanos, como condição primeira, em detrimento da questão econômica que estratifica as pessoas em classes sociais, priorizando a classe hegemônica, que se mantém pela exploração do trabalho, pela desapropriação de terras indígenas e não indígenas, pelo desrespeito e desfinanciamento da Saúde, da Educação, da Assistência Social e de outras políticas; pela negação da diversidade, pelo desprezo com o meio ambiente, com os movimentos sociais e recusa ao direito de decidir pelos seus próprios corpos, reforçando práticas de segregação e encarceramento dos segmentos vulneráveis. Vivemos a necropolítica como parâmetro de legitimação da morte dos sujeitos desamparados pelo Estado. Vivemos políticas de morte! Não posso deixar de registrar que o livro que se apresenta, vem em um momento crítico no Brasil, de grande crise sanitária, econômica, política, cultural e ideológica, agravado pela pandemia por Covid-19, o que torna extremamente necessária sua leitura para o aprofundamento de temáticas polêmicas e, quiçá para a desalienação de muitos que desconhecem o modo e a condição de vida de pessoas consideradas à margem da sociedade e, de medidas governamentais inadequadas e discriminatórias que foram usadas contra esses grupos. É nessa esteira de compreensão da realidade, que apresento as produções textuais desses corajosos autores/as, defensores/as de direitos humanos, dignos de aplausos. 

Rosângela da Silva Almeida

 

Nº de pág.: 349

ISBN: 978-65-5917-339-6

DOI: 10.22350/9786559173396