De Washington ao nordeste brasileiro: política externa e desenvolvimento na Guerra Fria (1947-1964)

José Victor de Lara; Natália Abreu Damasceno; Pedro Carvalho Oliveira

Estudar as relações entre o Brasil e os EUA é de extrema importância para as políticas públicas tanto de uma, quanto da outra nação. No entanto, até recentemente havia um desequilíbrio enorme nesse campo de investigação, uma vez que prevalecia uma marcada hegemonia dos estudos efetuados por especialistas estadunidenses. Felizmente, no último período houve a expansão do interesse pelo tema aqui no Brasil e, como resultado deste processo, tem crescido o número de pesquisas e publicações sobre a temática. Ainda há muito por se fazer, pois o descaso com nossos arquivos, a falta de investimento em pessoal técnico e o corte de recursos para a pesquisa nas humanidades estão a colocar em risco os avanços alcançados nos últimos anos. O caminho para o desenvolvimento científico e tecnológico é de longa duração e há a necessidade de políticas bem definidas e um contínuo e robusto financiamento à pesquisa. Neste momento, um fundamentalismo tosco toma conta do governo brasileiro e, de forma ainda mais contundente, do Ministério das Relações Exteriores, de tal modo que o profissionalismo e a competência demonstrada por nossa diplomacia desde Rio Branco, parecem soçobrar. Essa situação extremamente danosa aos interesses e à soberania nacional tem de ser enfrentada em diferentes campos. Nas páginas deste livro, os leitores encontrarão estudos sobre os diálogos, as aproximações e os distanciamentos ocorridos entre o Brasil e os Estados Unidos no período que vai do pós-Segunda Guerra Mundial ao golpe Civil-Militar de 1964. Nesses estudos, lastreados em amplas revisões bibliográficas e em uma vasta pesquisa documental, são analisados aspectos extremamente importantes das políticas dos EUA em relação à América Latina e, em especial, ao Brasil. Isso foi efetuado por intermédio de planos que tinham por objetivo a promoção de alguma forma de desenvolvimento regional como estratégia para fazer frente a uma hipotética ameaça comunista à região. 

 

Sidnei J. Munhoz

 

Nº de pág.: 159

ISBN: 978-65-5917-324-2

DOI: 10.22350/9786559173242