Os filhos de Cam: a legitimação católica da escravidão do negro

Cleiton de Oliveira; Paulo César de Oliveira

Apesar de tantas publicações, seja na historiografia estrangeira, nacional e até mesmo eclesiástica, a escravidão continua a ser um campo aberto a diferentes pesquisas e abordagens, tanto pela investigação de novas fontes quanto pelos novos enfoques às fontes já conhecidas. Tais lacunas a serem preenchidas, ficaram muito evidentes quando da publicação da lei n.º 10.639, de 09 de janeiro de 2003, sancionada pelo Presidente da República, que alterou a legislação anterior que estabelecia as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira". Desta forma, nos estabelecimentos de ensino fundamental e médio, oficiais e particulares, tornou-se obrigatório o estudo da História da África e dos Africanos e da luta dos negros no Brasil, levando um novo interesse pelo tema, mas demonstrando também, um grande abismo entre a historiografia didática e a historiografia acadêmica. Nesse sentido, a presente obra buscou preencher uma dessas muitas brechas, ao se enveredar por uma África que vai muito além, daquela apresentada pelos livros didáticos, como se ela passasse a existir, a partir do contato com o europeu.

Nº de pág.: 154

ISBN: 978-65-5917-290-0

DOI: 10.22350/9786559172900