Verdade em Habermas (1954 – 1973)

Frederico Oléa

Em 1973, Habermas publicou o texto Teorias da verdade (Wahrheitstheorien), no qual defende uma teoria consensual da verdade, a partir do que teria sido uma virada linguística. Na confirmação do insight de que a categoria “verdade” está difundida na obra de Habermas desde muito antes da década de 1970, busca-se nesta obra promover um resgate histórico e reconstrutivo da filosofia habermasiana no que toca ao tema verdade, utilizando seus trabalhos anteriores a 1973, desde 1954, bem como discutir a argumentação contida em Teorias da Verdade. Também explora-se, a partir de estudos preliminares e da própria reconstrução realizada, as possíveis influências e inspirações que Habermas possa ter sofrido no desenvolvimento da concepção sobre a verdade e sua teoria da verdade, não apenas no sentido do discurso mais corrente sobre a linguist turn que o acometera. Por fim, questiona-se e tenta-se responder se a Teoria consensual da verdade ou teoria discursiva da verdade, de um lado, insere-se como modelo crítico reconstrutivo, e de outro lado, se a concepção sobre verdade em Habermas, no período analisado, é tributária para além das próprias viradas linguística e reconstrutiva. 

 

ISBN: 978-85-5696-270-6

Nº de pág.: 190

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0