Arte de capa: @fabianodu - Lone Dancer Royal Parks

A trapaça científica na sociedade de risco: uma reflexão jusfilosófica sobre o aumento da complexidade das relações e a (in)cognição científica nos procedimentos ambientais

Leonardo Paiva de Mesquita

Este livro nasceu do trabalho desenvolvido na dissertação apresentada, fruto de uma profunda reflexão jus filosófica que envolve os perigos processuais do atual ordenamento em causas ambientais, considerando o aumento da complexidade das relações socioambientais e os paradigmas que construíram a sistemática processual vigente. O Prof. Leonardo Paiva de Mesquita demonstrou a evolução histórica dos principais paradigmas influenciadores dos chamados Estados de Direito e, por conseguinte, sua influência nos diversos ordenamentos adjetivos. Também aprofundou seus estudos em obras que tentam delinear o cenário da sociedade pós-moderna, abordando a relação do poder, o papel das instituições e a produção de um (des)conhecimento numa sociedade múltipla e complexa, altamente industrializada, capaz de aumentar a latência dos próprios perigos. As reflexões filosóficas desenvolvidas sobre vários autores como Foucault, Bauman, Enriquez e Beck levaram a conclusão sobre a existência de uma “trapaça científica”, assim denominada pelo autor, sobre a qual esta sociedade, não tem plenas condições de se proteger. Dentre as tentativas de proteção dos diversos perigos, discutindo a noção de justiça sob o aspecto socioambiental para discernir as possíveis causas de uma crise ambiental, foi trabalhado o princípio da precaução em contraponto às incertezas científicas.

ISBN: 978-85-5696-227-0

Nº de pág.: 183

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0