Abordagens da morte na escola: uma proposta transdisciplinar a partir do ensino religioso

Rodrigo Santos; Sérgio Junqueira (Orgs.)

A obra que segue coloca-se na perspectiva de oferecer subsídios acadêmicos para reflexões, estudos, pesquisas e de uma proposta pedagógica para educadores da educação básica. São escritos e produções de diferentes e diversificados pensadores, pesquisadores e periodistas que abordam o conteúdo morte como objeto de conhecimento e conteúdo a ser desenvolvido de forma inter e transdisciplinarmente no currículo escolar, mas especificamente no componente Ensino Religioso. Há também autores que contribuem com a ação pedagógica escolar dissertando sobre propostas disciplinares, dinâmicas, exercícios e práticas didático-pedagógicas desenvolvidas com estudantes, adolescentes e jovens, no intuito de fazer uma aproximação à condição do viver e do morrer. É um material que aspira oferecer uma inicial contribuição e corroborar com uma educação que se propõe ser integral na escola e, assim, buscar (re)colocar e (re)aprender a “ars morriendi”, ou a arte de morrer. Sabemos que cedo ou tarde todos tomam consciência de seus próprios limites, das próprias finitudes e impotencialidades frente às múltiplas e doloridas realidades de perda que surgem nos caminhos e situações cotidianas do viver. Nesta perspectiva colocamos à disposição de educadores em geral, e especificamente da educação básica, esta obra com o intuito de contribuir com um trabalho que tenha por objetivo desenvolver competências e habilidades, também para vivenciar as perdas, a morte, e o luto. Com isso colocamos em prática no currículo escolar a Base Nacional Comum Curricular – BNCC, que é o que normatiza hoje a educação básica no Brasil.

ISBN: 978-65-81512-28-6

Nº de pág.: 238

© 2020 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0