Ensaios sobre

epistemologia do testemunho

Felipe de Matos Müller; 
Kátia Martins Etcheverry (Orgs.)

A questão histórica sobre se a força epistêmica do testemunho se reduz ou não a outras fontes mantém sua atualidade por ter em seu âmago as exigências normativas que regem a aquisição de justificação e conhecimento testemunhal. Dela derivam uma série de questionamentos importantes na área, tais como se a pesquisa deveria se limitar aos aspectos da esfera individual, ou deveria também incluir aspectos sociais e coletivos, tais como as interrelações entre ouvintes e falantes que constituiriam fatores determinantes da confiabilidade do testemunho. Nessa perspectiva, a obtenção de conhecimento testemunhal dependeria de um processo social envolvendo ambos, o indivíduo e seu ambiente social constituído pelos integrantes de sua comunidade em seus respectivos papéis sociais.  O âmbito da epistemologia do testemunho, nessa abordagem ampla, incluiria a reflexão sobre a plausibilidade e racionalidade de testemunho de grupo, estabelecendo uma conexão filosoficamente valiosa entre a epistemologia do testemunho e a epistemologia social. Os artigos reunidos neste volume desenvolvem importantes questões epistemológicas sobre o testemunho a partir de uma perspectiva contemporânea que contempla as raízes históricas da disciplina, apresentando o atual estado da arte.

ISBN: 978-85-5696-202-7

Nº de pág.: 185

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0