Ensaios sobre Kant e a Imaginação: história e funções de um conceito desabrigado

Alfredo Ferrarin

O autor italiano, cuja pesquisa está certamente num patamar de excelência internacionalmente reconhecida, aborda um tema extremamente complexo e ramificado com uma atitude de rara fineza, que consegue colocar em sinergia uma extraordinária competência de investigação histórico-filosófica e uma acentuada capacidade de questionamento teórico, de modo a não cair nem no risco de uma especulação anacrônica sobre Kant, nem na tentação de limitar-se a prestar um ato de reverência ao ‘monstro sagrado’ do mesmo filósofo. A maneira na qual os dois níveis de análise se equilibram e se fortalecem reciprocamente nos presentes ensaios é uma marca distintiva do estilo de pesquisa que Ferrarin levou e continua a levar adiante em seus livros magistrais sobre as filosofias de Hegel e de Kant, bem como em dezenas de artigos sobre os problemas de filosofia teórica e prática que perpassam a história da filosofia, desde a especulação clássica de Platão e Aristóteles até a crise contemporânea da racionalidade.

Federico Orsini

Alfredo Ferrarin completou seu aperfeiçoamento na Escola Normal Superior de Pisa com uma tese de doutorado sobre “Hegel interprete di Aristotele” (1990). Atualmente, ele é professor catedrático de Filosofia Teórica no Departamento de “Civiltà e Forme del Sapere” da Universidade de Pisa (Itália) e já foi professor visitante na Universidade de Turim e na Boston University (EUA). Sua área de especialização inclui Aristóteles, Hobbes, Kant, Hegel, Husserl e a filosofia da imaginação. Além de ter publicado dezenas de artigos referentes aos tópicos de suas áreas de especialização e de ter organizado a editoria de vários livros, Ferrarin é autor dos seguintes livros: Hegel and Aristotle (Cambridge: Cambridge University Press, 2001); Artificio, desiderio, considerazione di sé. Hobbes e i fondamenti antropologici della politica (Pisa: ETS, 2001);  Saggezza, immaginazione e giudizio pratico. Studio su Aristotele e Kant (Pisa: ETS, 2004); Galilei e la matematica della natura (Pisa: ETS, 2014);  The Powers of Pure Reason. Kant and the Idea of Cosmic Philosophy (Chicago: University of Chicago Press, 2015); Il pensare e l’io. Hegel e la critica di Kant (Roma: Carocci, 2016).

ISBN: 978-85-5696-143-3

Nº de pág.: 91

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0