As múltiplas faces do vírus: gênero e vulnerabilidades

Bárbara Mendonça Bertotti; Júlia Heliodoro Souza Gitirana; Letícia Regina Camargo Kreuz; Priscilla Conti Bartolomeu (Orgs.)

É um livro de leitura fácil e voraz, com informações e reflexões assertivas sobre como a pandemia da COVID-19 pôs novamente a questão de gênero em cheque. Em algum momento da minha leitura eu lembrei da frase escrita pela filósofa feminista Simone de Beauvoir: “Nunca se esqueça que basta uma crise política, econômica ou religiosa para que os direitos das mulheres sejam questionados” . Para minha surpresa - não tão surpresa assim - encontrei essa frase no texto (me desculpem pelo spoiler). Infelizmente podemos adicionar na sentença que uma crise sanitária à nível de saúde pública mundial também foi capaz de colocar em questão os direitos das mulheres em todas as partes do mundo. Após a leitura do livro, me veio a reflexão de como poderemos fazer com que essa obra e/ou outras obras desse gênero podem ser aplicadas dentro das escolas, universidades e por que não, dentro das casas de tantas mulheres que precisam desse tipo de informação? Sabemos que informações concretas, livros e materiais didáticos não chegam dentro dos lares mais vulneráveis deste país. A melhor solução seria a criação e pregação prática de políticas públicas que abordassem questões tão importantes dos direitos das mulheres para que houvesse uma diminuição nítida das desigualdades sócio-econômicas que são fomentadas principalmente pelo neoliberalismo, discriminação racial, acentuação da discrepância de classe social e gênero.

Larissa Vuitika  

 

Nº de pág.: 621

ISBN: 978-65-5917-130-9

DOI: 10.22350/9786559171309