Arte de capa: Orbital - Yolanda Go @llanwafu

Para uma Filosofia do Espírito Objetivo Materialista: do direito crítico à crítica do direito
 

José Mauro Garboza Junior

Esta obra tem três grandes objetivos: o primeiro deles é indicar as propostas com base nas partículas contidas no título que estão, conforme constam, separadas em três assuntos conexos, que representam os três capítulos das paginas seguintes. O segundo é apresentar um regime de operalizações possíveis, ou seja, apresentar a dinâmica por meio da qual a conectividade das matérias possa ser possível tanto no presente texto quanto em futuras elaborações. E, por fim, uma pequena advertência sobre o conceito de filosofia defendendo nossa postura, para fins genéricos, contra a filosofia política e a filosofia jurídica. O primeiro capítulo subdivide-se em três etapas: a primeira delas gira em torno do desentendimento e das mais variadas críticas sobre a obra hegeliana, que vão desde a denúncia envolvendo a vida pessoal do filósofo até a crítica rigorosa interna de suas categorias. A segunda parte seria a apresentação das obras hegelianas e de suas possíveis contribuições para o Espírito Objetivo. Na terceira parte, será levada em conta a obra na qual Hegel tenta determinar o que seria o Espírito Objetivo. O segundo capítulo trata dos horizontes da Filosofia do Direito em duas frentes (o “positivismo” e o “materialismo”), cada qual representado pelos personagens Kelsen e Pachukanis. O terceiro capítulo apresenta a proposta para um conjunto marxista. Divido em três partes, a problemática se desenvolverá nos temas da relação das formas (valor, mercadoria e jurídica), do sujeito (“automático” e de direito) e do Estado.

ISBN: 978-85-5696-124-2

Nº de pág.: 258

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0