Partejar e narrar: o ofício de parteira ao sul do Rio Grande do Sul (1960-1990)

Eduarda Borges da Silva

Este livro é resultado de uma pesquisa que analisou o ofício de parteira ao sul do Rio Grande do Sul entre 1960 e 1990, a partir de três campos de estudo: os saberes, as transformações do ofício e as relações de gênero. Tendo como fonte entrevistas de História Oral com dez parteiras, um médico e uma auxiliar de Enfermagem e manuais de parto, o/a leitor/a acessará discussões sobre o processo de entrevistar narradoras idosas e os saberes específicos do partejar e outros conhecimentos adquiridos pelas parteiras, como a benzedura, o uso de ervas e técnicas básicas de atendimento em saúde. Em um segundo momento, poderá acompanhar transformações deste ofício a partir dos processos higienista, de industrialização e do movimento de humanização do parto. Por fim, terá acesso ao debate sobre violências no momento de parir, os direitos sexuais e reprodutivos das mulheres e formas de reciprocidade desenvolvidas entre as parteiras entrevistadas e suas comunidades, especialmente o conceito de “comadrio”, uma relação de gênero tática entre parteiras e parturientes.

 

Nº de pág.: 200

ISBN: 978-65-5917-120-0

DOI: 10.22350/9786559171200

ENCOMENDAR