Adão e Eva expõem Damien Hirst: uma análise dos símbolos sob a semiótica de Peirce
 

Otávio de Lima

A presente obra se desenvolve com o objetivo de apresentar algumas análises versando sobre a presença de Adão e Eva em duas obras do artista britânico Damien Hirst, compreendidas a partir de alguns referenciais teológicos que estão na origem desses símbolos, bem como de dados histórico-literários, levando em consideração os idiomas bíblicos e suas particularidades linguísticas. Como suporte metodológico, trabalhamos com o sistema de classificação triádica dos signos sob o escopo da semiótica de Charles Sanders Peirce. Partindo das obras Adam & Eve (Banished from the Garden) e Adam and Eve Exposed, ambas do artista britânico Damien Hirst, traçamos um paralelo entre os elementos simbólico-visuais oriundos da arte cristã (que retratam os personagens bíblicos Adão e Eva do livro do Gênesis) e a utilização desses símbolos nas obras desse artista contemporâneo, com a finalidade de  identificar o modo como a utilização desses símbolos cristãos e bíblicos se dá nessas obras. Para fundamentar e contextualizar essas análises, o texto faz uma revisão de bibliografia sobre conceitos da semiótica de Peirce, entre eles o de símbolo, bem como sobre aspectos literários do livro do Gênesis, da arte contemporânea e da obra do artista Damien Hirst.

ISBN: 978-85-5696-091-7

Nº de pág.: 121

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0