Um sonho num sonho: experiência estética e hermenêutica literária nos contos de Edgar Allan Poe (1839-1845)

Edson Silva de Lima

Convém lembrar que Edgar Allan Poe não é um personagem fácil de conhecer. Se por um lado procura dar conta das estruturas mais profundas do inconsciente humano, por outro descreve sua experiência histórica – e, consequentemente, política, social e cultural – através de recursos discursivos e narrativos. Parece óbvio, quando dito dessa forma, e até meio ingênuo quando simplesmente afirmamos os diversos direcionamentos de leitura com que podemos chegar a esse poeta tão movediço. As camadas em que penetramos, nos levaram a enxergar um poeta que não se encerrou em aspectos estritamente psicologizantes que subordinassem sua obra a tópicos relativos a uma vida desregrada e leviana. Dessa maneira, nos preocupamos em ouvir as outras vozes presentes em seus contos fantásticos, que ampliam nosso espectro interpretativo para que essas múltiplas vozes não cantem em uníssono, mas que falem das curvas, das sinuosidades e seus meandros. 

Nº de pág.: 198

ISBN: 978-65-5917-046-3

DOI: 10.22350/9786559170463

ENCOMENDAR