Moral e cultura na contabilidade: desenvolvimento moral e valores culturais dos estudantes de graduação em ciências contábeis no Brasil 

Dulciane Alves Luczkiewicz

Na contemporaneidade, deparamo-nos constantemente com as mais intrincadas questões sobre como devemos viver e agir em sociedade. Somos desafiados a pensar acerca das ideias morais mais razoáveis para reger nossos deveres e obrigações, bem como o que nos torna plenamente capazes de sermos movidos a atendê-los. Acredita-se que o conhecimento ou a consciência de como devemos agir é diretamente acessível a todo profissional contábil que seja normalmente razoável, pois somos constituídos de tal modo que temos em nossa natureza motivos suficientes que nos compelem a agir como devemos sem a necessidade de sanções externas. A atividade do profissional contábil ganha em significado e contribui de maneira efetiva com a prosperidade e o desenvolvimento social de um país quando os sujeitos estabelecem entre si e junto à sociedade relações mediadas por condutas profissionais assentadas em valores éticos e morais. Ao considerarmos a atuação do profissional contábil de extrema relevância social, toda e qualquer ação ou conduta antiética desse sujeito resultará em efeitos extremamente negativos para a sociedade.

ISBN: 978-85-5696-010-8

Nº de pág.: 125

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0