Povos Indígenas, Gênero e Violências: histórias marginais

Paula Faustino Sampaio; Thiago Leandro Vieira Cavalcante (Orgs.)

Em 2019, no âmbito das atividades do 30º Simpósio Nacional de História da Associação Nacional de História, o Simpósio Temático Povos Indígenas, Gênero e Violência: histórias marginais, coordenado pela Prof.ª Dr.ª Beatriz dos Santos de Oliveira Feitosa (UFR) e pelo Prof. Dr. Thiago Leandro Vieira Cavalcante (UFGD), reuniu estudiosos(as) da temática indígena. O objetivo do simpósio foi promover o diálogo entre histórias construídas nas bordas do tecido colonial, portanto, marcadas de permanências, de mudanças e, sobretudo, de contestações do colonialismo e da colonialidade. Igualmente, pretendia evidenciar as violências dirigidas aos povos indígenas, sejam elas físicas, morais, epistêmicas, simbólicas ou materiais, assim como todas as outras formas possíveis, incluindo a ineficácia do Estado brasileiro para demarcar e proteger as terras indígenas. No presente livro reunimos alguns dos estudos lá apresentados, os quais interseccionem as categorias “povos indígenas”, “gênero”, “violência”, “educação” e “ensino de história”, na intenção de apresentar respostas à situação indígena ao longo dos 518 anos de colonialismo. Em especial, os fatos mais recentes desta situação têm demandado dos(as) historiadores(as) uma visão crítica do processo histórico dos povos indígenas no Brasil.

ISBN: 978-65-87340-23-4

Nº de pág.: 159

ENCOMENDAR

© 2020 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0