O estado e os ilegalismos nas margens do Brasil e do Uruguai: um estudo de caso sobre a fronteira de Sant’ana do Livramento (BR) e Rivera (UY)
 

Letícia Núñez Almeida 

Não faz muito tempo que aqueles que quisessem ler estudos e pesquisas sobre a segurança pública na fronteira brasileira teriam que buscar agulhas no palheiro. Não havia quase nada. Mesmo após aparecerem alguns artigos bem informados em publicações científicas em áreas como a geografia e as ciências sociais, continuamos ainda com pequena bibliografia especializada que felizmente vem aumentando aos poucos nos últimos anos. É esperado que a partir do início da ENAFRON – Estratégia Nacional da Fronteira – pelo Ministério da Justiça em 2012, pesquisas sobre a fronteira brasileira com os nossos dez vizinhos sul-americanos venham a modificar substancialmente esse quadro. O lançamento em livro da tese de doutorado de Letícia Núñez Almeida deve, assim, ser saudado como um importante momento, indicador de que, finalmente, poderemos começar a contar com vigorosos estudos em livro, provenientes de alentada pesquisa de campo, como este que agora vem de ser publicado. A autora realizou um trabalho de fôlego na fronteira brasileira com o Uruguai, atenta aos movimentos de pessoas e mercadorias que mantêm interligados os dois povos no dia a dia de cidades conurbadas da fronteira. Tudo parece indicar que têm razão os que afirmam que a fronteira tem vida própria e Letícia o mostra em seu acurado estudo, onde percebemos que as transgressões de outras paragens aqui encontram uma variada sorte de tolerância, ressignificações e compreensão cotidiana, embora nem sempre receba da legislação o tratamento específico que situações como essas exigiriam. O leitor tem em mãos o que pode ser contabilizado como um dos melhores entre os pioneiros estudos que começam a surgir no horizonte de uma área temática que se torna cada vez mais estratégica seja para a integração entre as populações vizinhas, seja para uma administração inteligente de conflitos, inclusive com a legislação atual, que possa resultar do incremento dessa integração.

 

Michel Misse

Professor Titular de Sociologia Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ.

ISBN: 978-85-5696-022-1

Nº de pág.: 343

© 2019 por LUCAS MARGONI & WIX ENGINE.

Todos os livros publicados pela editora Fi

estão sob os direitos da Creative Commons 4.0